Saiba quais erros evitar na hora de malhar o abdome

U Fabíola Cunha    t 4 de julho de 2017


A região do abdome é uma das mais visadas quando se trata de exercícios físicos. Seja bem definida ou apenas “retinha” a barriga é o ponto fraco de muito frequentador de academia e muitos não sabem como malhar o abdome.

Perder gordura e ganhar força no core são objetivos frequentes, bem como os famosos “gominhos”. Mas muitos erros podem comprometer o trabalho nessa área.

Veja alguns equívocos:

Falta de resistência

Abdominais são músculos como os peitorais, então porque não treiná-los da mesma maneira? Séries intermináveis de abdominais não vão evoluir muito, assim como apenas flexão de braço não faz de ninguém um Arnold Schwarznegger.

Não tenha medo de adicionar pesos aos exercícios abdominais, com repetições de no máximo 12 ou 15 vezes.

Veja também: Quanto tempo para malhação fazer efeito.

Pouca atenção à região na hora de malhar o abdome

malhar o abdome

Como dito antes, abdominais são músculos como quaisquer outros. Se a ideia é deixá-lo duros e bem definidos, a intensidade do treinamento deve ser tão grande quanto a dedicada às outras áreas do corpo.

Outra vantagem de dedicar mais tempo a essa região é que ela conecta a parte de baixo e de cima do corpo – beneficiar o core é beneficiar o corpo todo.

Devagar e sempre

abdome

Os exercícios para a região devem ser compostos de repetições lentas e controladas. Preste muito atenção em toda a extensão do movimento, com um último esforço no final do movimento.

Repetições rápidas para finalizar o treino rapidamente não vão fazer nada além de sobrecarregar a região. Isso pode criar risco de lesão, impedindo que você continue a malhar o abdome.

Não esqueça do baixo ventre

abdominais
Os exercícios que mais beneficiam a região do abdome e core são os que concentram tensão na parte inferior, abaixo do umbigo.

Exercícios com levantamento de pernas (curvadas ou retas) . Variações de abdominais para além do tradicional, além dos cruzados, desenvolvem os músculos oblíquos e intercostais.

Quer saber mais sobre como evitar problemas? Leia nossa matéria sobre erros comuns que todos cometem na malhação.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *