Arnica é auxiliar contra contusões e dores musculares

U Fabíola Cunha    t 23 de agosto de 2016


Você já deve ter visto esse componente em diversos produtos farmacêuticos: pomadas, géis, cremes, óleos, etc. A arnica é usada no tratamento de dores musculares, contusões e até reumatismo.

arnica

Mas será que essa planta realmente funciona? Segundo um estudo da Universidade Federal do Paraná, funciona sim – e muito bem. A inolina e a quercitina, presentes na planta, têm ação analgésica e anti-inflamatória, que atuam tanto nas lesões musculares quanto nas pancadas que criam hematomas.

arnica

A quercitina atua nos vasos sanguíneos, aumentando a resistência dos mesmos e diminuindo coágulos e hematomas. já a inolina atua como analgésico. Mas, é claro, qualquer produto não deve ser aplicado sobre pele ferida, pois vai contaminar o ferimento e irritar a região.

Como melhora a circulação sanguínea e tem efeito anti-inflamatório, ela é usada em massagens modeladoras para diminuir a celulite e a gordura localizada. Auxilia também a diminuir o inchaço e a sensação de cansaço nas pernas, sendo um bom auxiliar no dia-a-dia de pessoas que trabalham muito tempo em pé ou sentadas.

arnica

O Ministério da Saúde reconhece a arnica como uma das 71 plantas de uso fitoterápico e homeopático. Deve-se evitar também soluções caseiras, pois é muito fácil errar a proporção e criar irritação cutânea. Siga atentamente as instruções dos produtos farmacêuticos prontos.

Ingestão da arnica

Há indicações para uso interno da planta, mas ela deve ser receitada apenas por homeopatas, pois a ingestão pode ser extremamente tóxica se feita de forma errada. Causa tonturas, tremores, aumento da pressão arterial, dores abdominais, vômitos, taquicardia ou arritmias cardíacas.


Deixe uma resposta