Chá Matchá: o chá que consegue ser mais benéfico que o chá verde

U Marcos A.    t 20 de abril de 2015


O chás são grandes aliados da saúde. Eles servem para tratar inúmeras doenças, principalmente quando sentimos algum mal estar. Por exemplo, o chá de camomila e erva-cidreira são bem conhecidos como calmantes e o chá de hortelã é bastante usado para problemas digestivos.

Matchá: o chá que consegue ser mais benéfico que o chá verde

Porém, quando se fala em emagrecimento, o campeão é o chá verde. Para aqueles que desejavam perder uns quilos a mais acelerando o metabolismo, sem dúvidas esse era (e ainda é), o chá mais procurado. Porém, o chá Matchá está querendo tomar o seu trono e já está tornando-se famoso por acelerar a perda de peso.

De onde vem o Chá Matchá?

Coincidência ou não, o Matchá vem da mesma planta que o Chá Verde: a Camellia Sinensis. Ele pode ser encontrado em forma de pó e pode ser facilmente utilizado na hora de preparar shakes, sucos e até mesmo outras receitas que não sejam líquidas.

Conheça quais os benefícios do chá branco.

Matchá: o chá que consegue ser mais benéfico que o chá verde

Os benefícios do Chá Matchá

Agora veja porque esse chá tem todas as chances de se tornar o primeiro da lista de muita gente e destronar o famoso Chá Verde:

  • Antioxidante e termogênico: ou seja, ele combate os radicais livres (substâncias que podem danificar a estrutura celular causando sérios problemas de saúde como o câncer) ao mesmo tempo que acelera o metabolismo, fazendo com que o corpo queime mais calorias que o normal.
  • Energético: a substância mais encontrada no Chá Matchá é a cafeína. Além de ser uma substância termogênica também é famosa por gerar muita energia e manter o indivíduo em estado de alerta constante.
  • Recuperação muscular: ao contrário da maioria dos chás, o Chá Matchá contém grande quantidade de aminoácidos por causa da forma com que é produzido. Esse chá pode ajudar tanto na recuperação quanto na manutenção muscular.

Matchá: o chá que consegue ser mais benéfico que o chá verde

O Chá Matchá emagrece ou não?

Sim, o Chá Matchá é um potente emagrecedor, porém não faz milagres. Então, de nada adianta se encher de chá e continuar comendo alimentos com baixo valor nutricional, cheios de açúcares refinados e gorduras de baixa qualidade. Também é importante se manter em atividade física constante. Assim como o chá verde, o Matchá dará uma “ajudinha” na sua luta contra a balança.

Qual a melhor forma de consumo?

Matchá: o chá que consegue ser mais benéfico que o chá verde

Evidentemente, uma substância como essa deve ser orientada por um nutricionista ou nutrólogo que irá adequá-la as reais necessidades do indivíduo. Um alerta: a quantidade consumida por dia não deve ser maior do que 20 gramas. O chá já se tornou sensação entre os praticantes de atividades físicas, pois auxilia tanto na perda de peso quanto na hipertrofia muscular.

Chá Matchá x Chá Verde

A grande diferença entre o chá verde e o chá matchá está no processo de colheita. A Camellia Sinensis fica coberta por algumas semanas para que não possa receber luz direta do sol. Isso aumenta a clorofila deixando a folha num tom de verde mais escuro e também a produção de aminoácidos.

Matchá: o chá que consegue ser mais benéfico que o chá verde

Veja quais as reais diferenças entre o chá braco e o chá verde.

Depois disso, as folhas são levadas para serem secas e trituradas em moinhos de pedra até que se reduzam completamente a pó. Segundo especialistas, o Chá Matchá tem maior qualidade que o Chá Verde e por isso também é mais caro. Por conter clorofila o seu sabor é mais acentuado.

Contraindicações do Chá Matchá

Por ser rico em cafeína, pode comprometer o sono. Pessoas que sofrem com insônia não devem ingerir esse chá próximo ao horário de dormir. O ideal, nestes casos, é que seja ingerido pela manhã. Indivíduos cardiopatas, lactantes, gestantes e crianças também estão dentro do grupo de risco.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *