Como evitar o Efeito Sanfona

U Marcos A.    t 18 de junho de 2014


A maioria da população quer fazer algum ajuste no peso, seja para ganhar mais ou perder alguns quilos, como boa parte dela. Muitos até conseguem perder grande quantidade de peso, mas apenas depois de muitos sacrifícios e de muita restrição. Todas aquelas comidas deliciosas que sempre gostou devem agora, serem esquecidas e guardadas longe do armário para sempre. Será que funciona?

Como evitar o efeito sanfona

Dietas restritivas

É muito comum encontrar pessoas se queixando de que emagreceram muitos quilos, mas assim que parou de fazer a dieta, acabou ganhando mais peso do que já tinha antes da dieta. E você sabe porque isso é muito comum? A resposta é simples: todas elas fizeram dietas restritivas. Dieta restritiva é aquela na qual alguns alimentos devem ser cortados da alimentação de maneira radical. Exemplos disso são as dietas da proteína, do carboidrato, da gordura e por aí vai.

Como evitar o efeito sanfona

Se você já tentou fazer dieta, mas não conseguiu mantê-la sabe exatamente do que estou falando. É possível manter a restrição alimentar por até algumas semanas. Você fica empolgado pela quantidade de quilo perdido, mas percebe que estacionou e agora, perder peso, já não é mais tão simples como antes. É nessa hora que você desiste dos sacrifícios e se joga num delicioso pedaço de torta de chocolate que há tempos não comia.

Confira também como emagrecer com a dieta da sopa.

Como o cérebro interpreta esse comportamento?

Como evitar o efeito sanfona

Tenha em mente uma coisa: o nosso corpo sempre estará trabalhando para que você ganhe peso, pois ele vai estocar todo excesso de energia que for consumido. Esse pensamento vem de milhares de anos atrás quando a comida era muito escassa e passávamos vários e vários dias sem encontrar comida. Então o que nos restava? Guardar energia suficiente para sobreviver enquanto nenhum alimento fosse encontrado.

Como evitar o efeito sanfona

Quando você perde peso, ainda mais se for de maneira rápida, o cérebro entra em alerta: “o corpo está perdendo energia, preciso economizar o gasto dela!”. E é nesse ponto que começa a queda de metabolismo e é por isso que quando você inicia uma dieta você para de perder peso e em algum momento se sente estagnada levando-o a desistir da dieta e engordar tudo de novo e talvez, até mais do que antes.

Comer fora de hora

Como evitar o efeito sanfona

Além da dieta restritiva, uma outra coisa que pode provocar o efeito sanfona é o tal “lanchinho” cheio de besteiras como doces e frituras e completamente fora de hora. Para evitá-los é preciso seguir algumas regrinhas básicas como ter uma regularidade na alimentação, comendo de 3 em 3 horas, dividir as principais refeições entre os lanchinhos da manhã, da tarde e com a ceia.

Como evitar o efeito sanfona

Outra dica para não precisa recorrer aos lanches mais calóricos é deixar uma comida já pronta esperando na geladeira como uma gelatina light ou uma salada de frutas. Se você ainda for preparar o que vai comer na hora que a fome apertar, a chance de ir correndo para um fast food é imensa. Vá ao supermercado com frequência e brinque de mestre cuca.

Consequências do efeito sanfona

Além de trazer prejuízos estéticos como as estrias (que ficam pelo resto da vida) o organismo também sofre com esse efeito cíclico de perda peso e ganho de peso. Problemas como a hipertensão arterial, alteração dos níveis de glicose no sangue e aumento do colesterol podem afetar o nosso sistema e causar sérios prejuízos. O melhor é ir sempre ao médico para fazer exames periódicos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *