Conheça os nutrientes da Cerveja

U Fabíola Cunha    t 5 de setembro de 2016


O mundo seria perfeito se tudo que é gostoso, fizesse muito bem para a saúde. A cerveja, por exemplo, é uma paixão nacional, mas acaba sendo condenada não apenas por embriagar, mas por causar inchaço, aumentar o apetite e, sendo industrializada, muitos aditivos químicos na fabricação.

cerveja

Mas com o recente aumento do consumo de cervejas artesanais, a bebida pode começar a ser vista com bons olhos. A fabricação em micro-cervejarias, com produção reduzida e muito mais cuidadosa que a industrial, garante que a cerveja chegue ao consumidor com bons nutrientes, vitaminas e minerais. Conheça alguns deles:

  • Vitaminas do Complexo B – atuam sobre o funcionamento de nervos, músculos e do cérebro, além de auxiliar na manutenção dos tecidos e no metabolismo das gorduras;
  • Lúpulo – tem função sedativa, auxiliando na regulação do sono e da ansiedade;
  • Cevada – rica em vitaminas A, B, C e K e possui minerais como cálcio, selênio, cobre, zinco, fósforo;
  • Cálcio – nutriente essencial para a composição dos ossos;
  • Potássio – ajuda no bom funcionamento do coração e musculatura;
  • Cromo – regula a produção de insulina;
  • Polifenóis – possuem efeitos antioxidantes, antialérgicos, anti-inflamatórios no organismo.
  • Probióticos – fundamentais para o equilíbrio gastrointestinal

Veja também nossas dicas de alimentação correta para quem pratica musculação.

Young people at bistro having beer

Apesar de ser considerada diurética, a cerveja não é exatamente amiga dos rins. Isso porque a perda de líquidos pela urina, estimulada pela cerveja, acaba tendo um efeito rebote: o acúmulo de toxinas no organismo. Por isso a recomendação de ingerir água entre um copo e outro. Assim o organismo mantém-se verdadeiramente hidratado. Fique atento também aos diferentes tipos e famílias de cerveja, pois o teor alcoólico varia entre um e outro tipo.

cerveja

Outra questão paralela ao consumo de cerveja é o petisco ou aperitivo. Como a bebida é geralmente acompanhada de amendoins, queijos, frios, frituras, etc. é bom prestar atenção no que está acompanhando uma boa cerveja para não perder o controle das calorias e gorduras ingeridas.

cerveja

A cerveja é calórica, mas menos que outras bebidas alcoólicas, com 90kcal em 200 ml – o vinho possui 150kcal na mesma quantidade. Portanto, o excesso é realmente o que mais influencia nos males associados à bebida. Dê preferência às marcas artesanais, de produção cuidadosa e ingredientes selecionados, consuma pouco e aproveite os benefícios!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *