Creatina: por que consumir esse suplemento?

U Fabíola Cunha    t 3 de fevereiro de 2017


Um estudo recente mostra que o consumo de creatina pode ajudar naquela fase de estagnação que muitos praticantes de exercícios físicos se encontram. A creatina nada mais é que um composto nitrogenado sintetizado a partir de aminoácidos e encontrado no tecido muscular sob a forma de fosfocreatina.

Explosão

creatina

Com a suplementação, os músculos passam a criar fosfocreatina, que dá ao praticante a habilidade e performances melhores em exercícios mais curtos, intensos e de força. Levantamento de peso explosivo, pesado e com pouca repetição é muito beneficiado por uso de creatina, que pode ser encontrada em suplementos alimentares, mas também em carne de porco, salmão, atum e carne vermelha.

Atletas de corrida também podem ser beneficiados. Pesquisadores italianos descobriram que corredores e saltadores que tomaram suplementos de creatina melhoraram os primeiros 30 segundos da performance em 10%.

Testosterona em alta

creatina

Homens que chegam aos 30 anos experimentam queda nos níveis de testosterona. Isso diminui a energia, resistência, força e até mesmo agilidade mental. Uma solução é a terapia de reposição da testosterona, com injeções ou adesivos.

Outra opção pode ser a creatina: um estudo americano provou que em um treino de 10 semanas de resistência, participantes que tomar doses diárias dela aumentaram e muito os níveis de testosterona em repouso.

Mais esperto

creatina

Já na Austrália, um estudo feito com creatina mostrou que ela melhora a agilidade de raciocínio. Um grupo de 45 participantes tomaram 5 gramas de creatina diariamente por 6 semanas, o que melhorou o processamento de informações e a capacidade de memorização.

Mais musculoso

músculos

A creatina ajuda no crescimento muscular também, segundo pesquisa da Washington State University. Pessoas que se exercitaram e ingeriram suplementos dessa substância foram capazes de ganhar massa muscular e força em células satélites miogênicas, que são importantes para a regeneração e manutenção da musculatura esquelética.

Gostou das dicas? Saiba como consumir a creatina!


Deixe uma resposta