Os efeitos da progesterona na musculação

U Marcos A.    t 1 de agosto de 2015


Quem pensa que são apenas os homens que estão em busca de um corpo cheio de músculos e bem definido se engana. As mulheres também estão em busca de um corpo sarado, principalmente aquelas que praticam o fisioculturismo. Nesse processo os hormônios são figuras principais e atuam diretamente nele.

Veja quais são os erros mais cometidos pelas mulheres durante a musculação.

O que é a progesterona?

Os efeitos da progesterona na musculação

A progesterona é um hormônio esteroide fabricado tanto por homens quanto por mulheres. Nestas, o hormônio é responsável por grande parte das caraterísticas femininas como acúmulo de gordura na região dos quadris e coxas, alargamento do quadril e pelo processo de descamação do útero, ou seja, menstruação. Já no homem, a progesterona participa da síntese dos espermatozoides também conhecida como espermatogênese.

Como a progesterona age no organismo?

Apesar dos dois produzirem esse hormônio, a quantidade dele é muito maior no sexo feminino. Isso pode ser um problema para as mulheres que querem ter músculos bem desenvolvidos já que quanto mais progesterona temos no nosso corpo, menores são as taxas de testosterona.

A testosterona é o principal hormônio masculino e responsável pelas características masculinas como o aparecimento de grande quantidade de pelos, aumento da libido, engrossamento da voz e síntese de tecido, principalmente muscular e ósseo.

Os efeitos da progesterona na musculação

Veja todos os riscos de tomar anabolizantes sem acompanhamento médico.

Desta forma, muitas mulheres estão consumindo suplementos e medicamentos que reduzem a produção de progesterona. Isso faz com que, automaticamente, o corpo passe a produzir mais testosterona, hormônio fundamental para quem quer criar massa muscular.

Os riscos dos baixos níveis de progesterona

Os efeitos da progesterona na musculação

A progesterona pode atrapalhar um pouco a hipertrofia muscular para aquelas mulheres que querem realmente ficar musculosas. Para aquelas que desejam apenas músculos proporcionais ao seu corpo a progesterona não interfere no mecanismo do reparo de fibra muscular.

Baixos níveis de progesterona na mulher podem causar vários problemas como: amenorreia, gravidez ectópica (quando a gestação ocorre nas trompas), feto natimorto e aborto espontâneo. Para aquelas que estão querendo engravidar, a presença de quantidades normais de progesterona é essencial.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *