Porque incluir inhame na alimentação

U Marcos A.    t 19 de junho de 2015


Você provavelmente já deve ter ouvido falar do inhame e se ainda não o consome com frequência vai mudar de ideia depois de ler esse texto. Essa raiz já é bastante consumida na região Norte e Nordeste de diversas formas sendo que o horário principal é durante o café da manhã. Por ajudar na prevenção de algumas doenças, o inhame pode ser considerado um alimento funcional.

Veja como levar a sua comida de forma saudável para a academia.

Benefícios do Inhame

Porque incluir inhame na alimentação

O inhame possui um hormônio chamado de diosgenina, responsável pelos seus grandes benefícios nutritivos. Ele ajuda principalmente no controle hormonal feminino controlando os sintomas indesejáveis da TPM e também os da menopausa. Muitos médicos recomendam para as mulheres que já entraram no período da menopausa adicionar inhame a sua dieta. Veja outros benefícios que esse tubérculo pode oferecer:

  • Melhora o sistema imune: por ser rico em diversas vitaminas (A, C e vitaminas do complexo B) e sais minerais (ferro, cálcio, potássio e fósforo) o inhame conhece fortalecer as defesas do organismo.
  • Possui baixo índice glicêmico: por conter uma grande quantidade de fibras, o inhame é um carboidrato complexo e portanto evita a formação dos picos de insulina. Este, é o grande responsável pelo acúmulo de tecido adiposo na região abdominal. Por ter essa propriedade, o inhame também é um alimento que ajuda na prevenção do diabetes, controlando os níveis de glicose na corrente sanguínea.
  • Anti-inflamatório e antioxidante: essas duas propriedades são muito importantes. Primeiro porque quem quer se livrar das celulites, o inhame é um poderoso combatente já que consegue eliminar o tecido epitelial que está inflamado e formando as celulites. Por ser antioxidante é excelente para remover os radicais livres que agridem as nossas células causando diversas doenças.
  • Reduz as taxas de colesterol: o inhame é capaz de reduzir a absorção do colesterol pelo intestino.

Formas de consumir o inhame

Porque incluir inhame na alimentação

É possível conseguir uma grande variedade de pratos e formas de servir o inhame. Ele pode ser cozido, frito, no ensopado e sopas. Porém, para conseguir usufruir de todos os benefícios desse alimento é preciso uni-lo a uma alimentação equilibrada, longe de gorduras saturadas e carboidrato simples.

Existem formas muito saudáveis de consumir esse tubérculo. Além das sopas, ele pode ser levado ao forno como acompanhante de uma carne ou então cozido. O inhame substitui com primor qualquer carboidrato que você tenho o hábito de comer durante as refeições como o arroz, a batata ou o macarrão. Também é um bom substituto do pão no café da manhã. Para o jantar, você pode combiná-lo com uma salada e carnes magras.

Porque incluir inhame na alimentação

É preciso ter cuidado na hora de consumir o inhame cru. Qualquer alimento em sua forma natural conserva 100% de suas propriedades, mas o inhame contém uma substância chamada de ácido oxálico. Ele consegue impedir a absorção de minerais importantes pelo intestino como o cálcio e o ferro.

Como comprar inhame

Tem muito espertinho por aí querendo empurrar produtos estragados para os mais desavisados. Portanto, é necessário saber algumas dicas para comprar o inhame com qualidade. Por exemplo, a consistência do inhame deve ser firme, a casca não deve estar rompida e não deve conter nenhuma parte amolecida.

Porque incluir inhame na alimentação

Você pode chegar na feira, perguntar por inhame e ninguém saber do que está falando. Isso porque em algumas regiões o inhame recebe o nome de cará. Eles são muito parecidos por serem da mesma família.


Deixe uma resposta