Lesões Comuns nas Academias

U Marcos A.    t 8 de abril de 2014


Se você tem um amigo que é viciado em academia, um típico “marombeiro” ele certamente já relatou que sentiu uma dor alguma vez nada vida em alguma articulação. É muito comum que os praticantes de academia tenham lesões articulares, principalmente os joelhos e nos ombros, duas articulações extremamente importantes para a nossa movimentação do dia a dia. Mas, não é porque uma pessoa pratica musculação que certamente terá uma dassas lesões. O risco de lesão está relacionado a muitos fatores como idade, peso corporal e a forma como ela faz exercícios físicos. As mais comuns de serem encontradas são: tendinite patelar, tendinite de aquiles, inflamações articulares, estiramentos musculares e lombalgia.

la3

Riscos

Pessoas que respeitam os limites do corpo e fazem um treinamento preventivo reduzem drasticamente os riscos de adquirirem uma lesão articular. É muito comum ver nas academias pessoas que acabam de se matricular já partirem para o treino de hipertrofia quando na verdade, o ideal seria realizar um de fortalecimento muscular primeiramente, onde o indivíduo precisará levantar pouca carga só que vai realizar um número maior de repetições. Nesse caso, serão recrutadas fibras do tipo I, muito resistentes à fadiga.

la1

Outro problema encontrado nas academias de todo o país são com os próprios instrutores físicos contratados pela empresa. Na sua maioria, são estagiários que ainda não possuem maturidade suficiente para ter consciência dos riscos que um exercício mal feito pode trazer. Eles costumam aumentar excessivamente a carga, fazendo com que o aluno suporte muito mais peso do que realmente aguenta. Fora isso, muitos deles estão sempre desatentos à postura adequada na hora de executar o movimento. É comum ver pessoas, principalmente as mulheres, fazendo o movimento de agachamento e com isso, criar grande instabilidade no joelho, desgastando ligamentos e meniscos.

Lesões no Joelho

Eis aqui a principal articulação atingida dentre os que praticam alguma atividade física. Apesar dessa articulação realizar apenas um grau de movimento, ela suporta uma grande quantidade de carga e precisa de uma excelente preparação para realizar esse tipo de treino antes, coisa que a maioria das pessoas não têm o hábito de fazer. O joelho possui 4 importantes ligamentos: o cruzado anterior, cruzado posterior, ligamentos colateral medial e colateral lateral. Os ligamentos são estruturas fibrosas que se conectam de um osso ao outro e têm como principal função estabilizar determinada articulação. Quando um desses ligamentos se rompem, pode trazer um grande problema.

la2

Uma boa maneira de identificar se algo de errado aconteceu com seu joelho é ficar com o ouvido bem atento. Quem já passou por uma situação dessas, afirma que primeiro um estalo é ouvido e depois vem a dor. Se o dano foi em um dos ligamentos cruzados, se formará a tal “água no joelho” se for em alguns dos ligamentos colaterais, haverá um inchaço imediato na região. Não é qualquer torção ligamentar que vai fazer você parar na sala de cirurgia. A grande maioria das pessoas que precisam fazer uma cirurgia no joelho é porque sofreram algum tipo de lesão no ligamento cruzado anterior. O ligamento cruzado posterior é o menos acometido, pois só sofre lesão em situações de grande intensidade como acidentes de carro ou moto.

Pós-operatório

A parte mais chata e enfadonha é a que vem depois da cirurgia. Para uma pessoa que tem uma vida ativa, que trabalha, malha, sai nos finais de semana, é sem dúvidas, estressante ter que ficar de repouso. Normalmente, na cirurgia, é necessário colocar um novo tipo de tecido para consertar o estrago no ligamento e o trabalho agora é fazer com que ele se modifique para se adaptar a sua nova função. Para uma recuperação completa são necessários de 6 a 8 meses de fisioterapia intensa e fazendo todas as revisões necessárias até fazer o teste final que é fazer aquele mesmo movimento que levou à lesão, mas é claro que agora, é da maneira correta.

la4

Muitas vezes deixamos de pagar um bom profissional por medo de “jogar dinheiro fora”. Isso é um grande erro, pois quando se trata da nossa saúde, cada centavo é um excelente investimento. Portanto, se você não tem nenhum tipo de conhecimento para iniciar um treino de musculação, o melhor que se tem a fazer é procurar ajuda de um bom profissional, melhor ainda se ele for indicado por algum amigo ou parente.


Uma resposta para “Lesões Comuns nas Academias”

  1. Bianca Goto disse:

    Eu ganhei duas hernias de disco na academia por exagerar nas cargas :/ e tenho apenas 19 anos (tenho elas desde os 17)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *