Mais da metade dos lares brasileiros consome suplementos alimentares!

U Marcos A.    t 6 de abril de 2016


Esta foi uma das conclusões a qual chegou uma pesquisa inédita feita no Brasil. Entre março a Abril de 2015 foram avaliados 1007 domicílios aonde se identificou que em 54% dos lares brasileiros afirmam ter pelo menos um indivíduo que consome suplementos. Associação Brasileira da Indústria de Alimentos Para Fins Especiais e Congêneres (ABIAD), em parceria com a Associação Brasileira das Empresas do Setor Fitoterápico, Suplemento Alimentar e de Promoção da Saúde (ABIFISA) e também a Associação Brasileira das Empresas de Produtos Nutricionais (ABENUTRI) foram as responsáveis por encomendar a pesquisa. Esta pesquisa foi realizada com intuito de coletar dados e assim ser possível avançar com mais coerência na proposta de revisão do marco regulatório de suplementos alimentares no Brasil.

Suplementos Alimentares

O Brasil conta com hoje com legislação que estabelece os requisitos de composição e de rotulagem dos alimentos para atletas.

A grande questão é que esta regulamentação foi escrita há muito tempo, o decreto que regulamenta a produção e comercialização de suplementos foi escrito em Abril de 1999 e recebeu atualização em Agosto de 2006.
Os órgãos regulamentadores não conseguem acompanhar os avanços da ciência e tecnologia, as descobertas sobre aplicações de nutrientes, descobertas sobre novas estratégias nutricionais andam a passos largos, a legislação atual não compreende mais a situação que vivemos hoje.

Devido a atual situação do mercado de suplementos em Abril de 2014 foi redigido no senado Federal um projeto de lei que busca regulamentar e definir as categorias de suplementos e regras gerais de composição, qualidade, segurança e rotulagem. Um regulamento específico com listas positivas de ingredientes autorizados, alegações permitidas e limites de nutrientes e substâncias bioativas.

Suplementos Alimentares

Esta nova regulamentação tende a beneficiar principalmente os consumidores. Devido ao pouco conhecimento da população e também do excesso de produtos disponíveis no mercado, os consumidores acabam consumindo mais do que o necessário. Podemos notar isso através dos dados obtidos na pesquisa, apesar de que 54% dos lares aonde houve coleta de dados houvesse indivíduos consumindo suplementos alimentares, em 76% dos casos os indivíduos declararam não executar nenhum controle sobre a dieta. Apenas 23% priorizam alimentos saudáveis porém em 75% dos casos os indivíduos suplementavam com produtos fonte de vitaminas, proteínas e minerais.

Muitas vezes o uso de suplementos é um importante auxiliar na busca de determinada condição física ou quando se deseja obter uma grande proporção corporal, mas a suplementação deve ser coerente com o trabalho físico, assim como a dieta também deve ser.

A pesquisa foi muito abrangente e trouxe uma série de informações sobre os suplementos tais como: tipos, frequência no uso, consumo com atividades físicas, hábitos de compra quando começou a usar, o que levou a consumir, quem recomendou, quem mais influencia, locais onde costuma comprar, o que pesa mais na hora de comprar, gasto mensal, se procura referência no rótulo, entre outros.

Suplementos Alimentares

Hoje em dia temos muita informação disponível aos consumidores, elas podem ser obtidas através dos vários meios de comunicação. Há muitos estudos a respeito da eficácia dos suplementos no individuo praticante de atividade física. Por exemplo, temos muito bem documentada a grande influência das proteínas do soro do leite do Whey Protein no sistema músculo esquelético promovendo hipertrofia e recuperação dos músculos quando ingerida ao final da sessão de treino, os seus benefícios sobre o sistema imune. Os aminoácidos como os BCAA também possuem evidências que sugerem o seu o consumo antes e depois dos treinamentos (devendo ser respeitada as características do treinamento). Os ácidos graxos essenciais Ômega-3 também merecem estar na rotina alimentar de quem treinar de forma intensa, este nutriente está ligado a saúde celular, combate e prevenção de uma série de doenças. Há ainda uma classe de suplementos chamada de “ergogênicos” da qual faz parte a cafeína, esta classe de suplementos melhora o desempenho atlético dos indivíduos.

Nem todo suplemento no mercado será eficiente, é importantíssimo verificar a procedência, levantar informações sobre a fabricante, verificar preço. Ao tomar à decisão sobre a suplementação, além desta certificação sobre a qualidade dos produtos é preciso investigar também a real necessidade de consumo do nutriente, Neste contexto os profissionais habilitados exercem importante papel na recomendação e prescrição dos suplementos, levando em conta as individualidades bioquímicas de cada paciente. É preciso haver demanda dos nutrientes presentes nos suplementos, caso contrário o consumo deste suplemento de nada adiantará.


Uma resposta para “Mais da metade dos lares brasileiros consome suplementos alimentares!”

  1. Olivio disse:

    Entrei para academia e preciso ganhar massa muscular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *