Musculação para gestantes

U Marcos A.    t 1 de outubro de 2014


Há muita repercussão entre os profissionais de saúde quando se trata de musculação para mulheres grávidas. Pode ou não pode? Qual o limite? Já se foi a época em que na gravidez a mulher tinha que ficar de repouso e não podia fazer nenhuma atividade física. Aliás, nesse período os exercícios físicos são necessários e evitam muitas complicações como a eclâmpsia por exemplo.

Musculação para gestantes

Outra desculpa esfarrapada que muitas mulheres usam durante a gestação para comer o que podem e o que não podem é que está comendo por dois. O problema é que elas exageram em alimentos extremamente calóricos como doces e cheios de carboidratos simples que não fazem bem algum ao bebê. A futura mamãe acaba engordando, o que pode trazer tanto problemas físicos como psicológicos e o novo ser sofre junto.

Veja também:

Como os exercícios devem ser feitos por grávidas

Musculação para gestantes

O maior medo das gestantes em praticar musculação ou qualquer outro de exercício físico é que ocorra aborto, má formação do feto, parto prematuro, entre outros problemas. Porém, o risco só se mostrará se a atividade física for feita sem a supervisão de um profissional e sem o aval do médico. Apenas o seu obstetra poderá dizer se você está liberada ou não para fazer exercícios e qual o tipo deve ser feito.

Quais os tipos de exercícios que mulheres grávidas podem fazer

Musculação para gestantes

É possível classificar os tipos de exercícios físicos para grávidas em:

  • Baixo risco: caminhada, hidroginástica, natação e outros de baixo impacto.
  • Médio risco: musculação, aulas de aeróbica, tênis, squash, entre outros e devem ser realizados sob a supervisão de um profissional, ou seja, um educador físico especializado.
  • Alto risco: esses são completamente contraindicados para grávidas, são atividades de contato físico como luta ou esportes de quadra como o vôlei e os mais arriscados como o hipismo.

Afinal de contas, musculação para gestantes, pode ou não pode?

Musculação para gestantes

A resposta é sim. Uma mulher grávida pode praticar musculação desde que liberada pelo seu médico e acompanhada por um profissional que seja especialista no assunto. Se a gestante já praticava musculação antes de engravidar será ainda mais fácil, pois basta continuar os exercícios reduzindo um pouco o risco e adequando os movimentos para que não ocorra pressão sobre a região do abdome.

Quais os benefícios

Musculação para gestantes

Que exercícios fazem bem para qualquer pessoa não há como negar. Para as grávidas é possível observar alguns benefícios específicos como a melhora da circulação tanto sanguínea como linfática, o que reduz o inchaço nas pernas comum no período gestacional. Também deixam as articulações mais fortalecidas para aguentar o peso extra e reduz as dores na região da coluna lombar muito frequentes.

O que fazer durante os exercícios

Alongamento é sempre bem vindo e não deve ser negligenciado de maneira alguma, principalmente na região da coluna lombar, peitorais e parte interna das coxas. Algumas posições precisarão ser adequadas, como por exemplo, a barriga voltada para baixo não é a posição mais adequada e deve ser evitada ao máximo.

Musculação para gestantes

Exercícios que fortaleçam a região da pelve, diafragma e abdome devem ter preferência já que esses músculos são muito requisitados durante a gestação e também na hora do parto. Todos os exames devem ser realizados antes de praticar qualquer exercício físico e uma avaliação completa deve ser feita pelo profissional que irá acompanhar a gestante durante os exercícios. Qualquer coisa que ocorra fora do normal pare os exercícios e agende uma consulta o quanto antes.


3 respostas para “Musculação para gestantes”

  1. Maya disse:

    Adorei o texto! Ajudou muito! :)

  2. sergio disse:

    Muito obrigado.

  3. samuel oliver disse:

    otimo texto !!

Deixe uma resposta