Qual é o seu biotipo?

U Marcos A.    t 20 de setembro de 2014


Cada um de nós possui características próprias e que nos tornam únicos. Não apenas no visível como também no invisível, na forma com a qual o nosso organismo se comporta. É fácil de notar isso quando você e um amigo começam a academia juntos e você percebe que ele está tendo um desempenho melhor e ganhando massa muscular mais rápido.

Qual é o seu biotipo?

Ou então, quando duas amigas seguem a mesma dieta e uma perde mais peso que a outra. É justamente por isso que cada um de nós tem o próprio biotipo, que são caraterísticas físicas que se enquadram num determinado grupo e que são parecidas entre si. São 3 tipos básicos: o ectomorfo, o mesomorfo e o endomorfo. Descubra de qual grupo que você faz parte e planeje seus treinos de acordo com isso.

Biotipo Ectomorfo

Qual é o seu biotipo?

Para quem tem esse biotipo podemos encontrar um ponto positivo e outro negativo. O positivo temos que são pessoas que possuem certa dificuldade em acumular gordura, são os chamados “magros de ruim”. O negativo é que também não conseguem desenvolver muita massa muscular, ou seja, precisam de mais tempo na academia para conseguir músculos. Ainda assim, mesmos musculosos, eles continuam com uma estatura longilínea (ombros curtos, cintura fina e caixa torácica estreita).

Biotipo Mesomorfo

Qual é o seu biotipo?

Esses possuem maiores ganhos musculares, mas em compensação também possuem maior propensão de acumular gordura no tecido adiposo. A estrutura óssea é a mais ideal esteticamente falando: ombros largos, cintura mais fina e são simétricos. O melhor tipo de treinamento para esse grupo é aquele de grande intensidade e que usa cargas explosivas, até o limite das forças. Já na alimentação, o melhor é ingerir muita proteína de qualidade e uma quantidade razoável de carboidratos com baixo índice glicêmico.

Biotipo Endomorfo

Qual é o seu biotipo?

Esse é o biotipo no qual ninguém quer estar. O endomorfo ganha peso com muita facilidade, o problema é que ganham principalmente gordura e pouca massa muscular. Porém possuem dificuldade para perder o peso quando se fala de músculos e, principalmente, de gordura. Pessoas com esse corpo precisam investir em treinos que consigam aumentar o metabolismo ao máximo como nos circuitos ou corridas. Quanto à alimentação, ela deve ser feita em pequenas porções e, ao menos, de 5 a 6 vezes por dia. Ficar bem longe das frituras e dos carboidratos é uma necessidade.

Confira também nosso artigo especial sobre o biotipo endomorfo.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *