Saiba tudo sobre a farinha de coco

U Marcos A.    t 19 de fevereiro de 2016


O coco é uma fruta já bastante conhecida dos brasileiros e é conhecida como uma fruta do país tropical. Ela guarda muitos nutrientes e os mais diversos benefícios para a saúde. É possível extrair outras substâncias do coco como o leite de coco, bastante utilizado nas mais diversas receitas e o óleo de coco, que ficou famoso por ajudar na perda de peso.

Veja também os benefícios da farinha de amora.

Além desses dois produtos, outro que anda fazendo muito sucesso no mercado é a farinha de coco. De sabor adocicado, ela ganhou o paladar de muitos. Além disso, oferece maior saciedade, o que ajuda no emagrecimento e tem  baixo teor de gordura já que esse nutriente é retirado antes do processo de fabricação da farinha.

Saiba tudo sobre a farinha de coco

Nutrientes presentes na farinha de coco

Apesar de ter pouca gordura, a farinha de coco ainda pode ser considerada um alimento calórico. A gordura presente na farinha de coco é a satura, ou seja, não é a mais indicada para a nossa saúde. E qual é o ponto positivo? A parte boa dessa história é que a gordura da qual estamos falando é a gordura de cadeia média (TCM), que não se acumula na forma de gordura já que vai direto para o fígado para que seja metabolizada.

Outro nutriente importante, presente na farinha é a fibra. São 2,5 g de fibra para cada 10 g (o mesmo que uma colher de sopa. Essa quantidade de fibras equivale a 10% do que precisamos consumir por dia. Outro ponto forte é o fato de não ter glúten, podendo ser usada pelos portadores de doença celíaca sem nenhum problema.

Saiba tudo sobre a farinha de coco

Os benefícios da farinha de coco

Ajuda na digestão

As fibras são de grande importância nesse processo de digestão. Em primeiro momento porque formam uma “camada de gel” ao redor do bolo alimentar, o que facilita a sua passagem pelo sistema digestivo. Para que isso ocorra é preciso ingerir a quantidade de água ideal. Ingerir fibras sem a dose de água equivalente pode trazer efeitos contrários para o intestino.

Saiba tudo sobre a farinha de coco

A presença de fibras na alimentação também é essencial para quem tem problemas de constipação intestinal, mais conhecida como prisão de ventre. As bactérias que degradam essas fibras forma uma substância chamada de ácidos graxos de cadeia curta. São eles os responsáveis por melhorar o trânsito intestinal.

A farinha de coco diminui os riscos de diabetes

A presença de fibras ajuda a reduzir a formação de picos de insulina no sangue. Acontece da seguinte forma: quando comemos um carboidrato simples, ou seja, sem fibras, os níveis de açúcar na corrente sanguínea aumentam muito rápido, fazendo com que o corpo o absorva rapidamente através de uma elevada excreção de insulina.

Este hormônio, quando está presente em grandes quantidades, com o passar do tempo, acaba causando um tipo de tolerância nos tecidos orgânicos, fazendo o pâncreas trabalhar sempre mais, para oferecer mais insulina. Esse tipo de comportamento acaba gerando o que se conhece como pré-diabetes e que pode evoluir para um diabetes tipo 2.

Saiba tudo sobre a farinha de coco

Melhora o sistema imune

O fato das fibras colocarem as bactérias do nosso intestino para trabalhar ajuda na proteção do nosso organismo. É no nosso intestino onde se concentra cerca de 60% das imunoglobulinas (anticorpos que atacam corpos estranhos como bactérias nocivas, vírus e outros micro-organismos) do nosso corpo.

Ajuda na perda de peso

O primeiro ponto que torna a farinha de coco um ajudante na guerra contra a balança é por promover saciedade. A presença de fibras no organismo forma um tipo de gel, como uma esponja que incha na presença de água. O volume do bolo alimentar cresce e, com isso, o estômago fica cheio oferecendo sensação de saciedade por mais tempo.

Saiba tudo sobre a farinha de coco

As fibras também deixam a absorção de glicose mais lenta, o que impede a formação do pico de insulina, principal agente responsável pela formação do tecido adiposo. Desta forma, o corpo tem tempo de usar toda a glicose antes que ela se transforme em estoque de energia dentro das células adiposas.

Saiba como funciona a relação entre a insulina e a gordura abdominal.

Como consumir a farinha de coco

Você pode misturar a farinha com iogurtes, sucos, vitaminas ou mesmo num mix de granola, substituindo o açúcar e deixando-a mais saudável. Ela pode ser utilizada amplamente pelos celíacos para substituir a farinha de trigo na preparação de bolos e pães, por exemplo.

Saiba tudo sobre a farinha de coco

Caso você não pretenda consumir a farinha na preparação de receitas, o ideal é que a quantidade máxima, por dia, não ultrapasse as 20 g ou duas colheres de sopa. Isso vai garantir todos os benefícios para a sua saúde sem cometer exageros. Não há contraindicações para o uso da farinha, porém uma quantidade exagerada, sem o consumo de água de forma adequada pode favorecer à constipação.


Deixe uma resposta