Suplementos para emagrecer funcionam?

U Marcos A.    t 9 de setembro de 2014


Grande parte da população está insatisfeita com o seu corpo. Em números, 40% está acima do peso e 10% sofre com a obesidade clínica. Promessas de perdas de peso instantâneas, dietas e medicamentos que parecem fazer milagres chamam a atenção de muitos. A indústria alimentícia e farmacêutica lucram com cifras bilionárias e ainda acham a ajuda da indústria da moda para fazer roupas cada vez menores. O que antes era tamanho 38, hoje é 40.

Recomendamos que você leia também: Dieta X Exercícios: qual emagrece mais?

Suplementos para emagrecer funcionam?

O que acontece de fato

Com tantas opções no mercado e tantos produtos nas prateleiras das lojas que prometem eliminar até 10 kg em uma semana porque temos tanta gente acima do peso? E esse número só vem aumentando ano após ano. O problema é que as pessoas usam esses produtos de forma errada e acreditam que a simples ingestão deles fará milagres sem nenhum tipo de esforço.

Suplementos para emagrecer funcionam?

Tentar perder peso tomando apenas suplementos para emagrecer é perda de tempo e dinheiro. De nada adianta tomar as cápsulas nos horários certos se na hora do almoço você está no rodízio da churrascaria com os seus amigos e comendo toda aquela gordura animal que vem assada junto com a carne. Creio que só de pensar, muitos já estão com água na boca. Além de enfrentar uma dieta hipocalórica é preciso gastar parte da energia consumida. A matemática é simples: gaste mais do que consome.

Produtos que ajudam a emagrecer

Suplementos para emagrecer funcionam?

CLA (Ácido Linoleico Conjugado): o CLA consegue promover aumento na atividade da lipase (enzima responsável por degradar as células de gordura), aumenta o metabolismo no tecido adiposo marrom que é a gordura visceral e assim reduz a gordura que se concentra na região abdominal e o controle das taxas de insulina. O problema é que esse produto nunca foi testado em seres humanos e muitos fatores poderiam interferir nesse estudo como a genética de cada indivíduo participante da pesquisa que poderia trazer dúvidas aos resultados.

L-Carnitina: essa substância é produzida pelo nosso organismo e tem como principal função levar gordura para dentro das mitocôndrias para que ela seja metabolizada e transformada em fonte de energia. Esse nutriente pode ser conseguido através da alimentação. A carne de carneiro é a sua principal fonte contendo 78mg para cada 100g de carne. Os derivados do leite e vegetais como o aspargo também são ricas fontes desse composto. A ingestão desse produto só é interessante para as pessoas que não comem carne como os vegetarianos e possuem um deficit nutricional.

Aproveite e confira nosso artigo especial sobre como usar a L-Carnitina.

Conclusão

Suplementos para emagrecer funcionam?

Os suplementos alimentares devem ser utilizados apenas para aquelas pessoas que possuem algum tipo de deficit de nutrientes na sua alimentação. Existem indivíduos com certa modificação genética que não possui a quantidade normal de receptores de aminoácidos e assim a síntese de proteínas fica seriamente prejudicada. Já outros possuem o metabolismo um pouco mais lento que o normal e acumulam gordura com maior facilidade.

Suplementos para emagrecer funcionam?

Por todos esses motivos é que a simples ingestão de suplementos para a perda de peso não vai funcionar na maioria das vezes. O ideal é procurar um nutricionista para que ele prepare um cardápio adequada as suas necessidades e que você siga as orientações dadas. Chame o professor da academia e peça para que ele faça uma ficha de treinamento para você de acordo com os seus objetivos. Depois de feito isso, você deve avaliar quais os resultados estão sendo obtidos.

Suplementos para emagrecer funcionam?

Se ainda assim os esforços não trouxerem resultados, você pode recorrer a outro profissional: o nutrólogo. Ele vai, através de exames, tentar entender qual deficit o seu corpo apresenta e receitar um tipo de medicamento específico. É muito mais fácil ter sucesso dessa forma, gastando tempo e dinheiro de maneira correta e sem riscos para a saúde.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *