Treinando da Maneira Certa

U Marcos A.    t 10 de março de 2014


Você já se matriculou na academia e já comprou a malha de ginástica. Mas se você não souber a maneira correta de realizar os treinos, vai perder tempo e dinheiro e ainda por cima, vai se sentir frustrado e acabar deixando a atividade física por não conseguir alcançar o objetivo. Existem algumas academias que estão modificando o método de avaliação para potencializar o treinamento dos alunos e ajudar a alcançar a meta em menos tempo e com menos esforço.

Avaliação Funcional

As academias e os profissionais que trabalham nela estão cada vez mais se especializando e modificando suas estratégias para melhorar o desempenho dos alunos. A avaliação funcional é uma das ferramentas encontradas pelos educadores físicos para avaliar a qualidade dos movimentos de cada um observando uma série de sete exercícios (agachamento, posso por cima da barreira, afundo, elevação da perna estendida, mobilidade dos ombros, flexão de braços com estabilidade do tronco e estabilidade com rotação) que os alunos devem fazer antes de começar os treinos.

Treinando da maneira certa

Dá até para avaliar se a pessoa esta propensa a sofrer ou não lesões nas articulações como joelho, ombro e coluna que são as maiores queixas. Depois a avaliação passa para o aparelho propriamente dito e realizar exercícios específicos focando na dificuldade.

A avaliação funcional basea-se em sete pontos fundamentais:

  • velocidade;
  • equilíbrio;
  • agilidade;
  • força;
  • potência;
  • estabilidade;
  • resistência aeróbica;

Pesquisas

Treinando da maneira certa

Estudos realizados no campo da fisiologia humana podem ajudar a traçar treinos específicos para cada indivíduo identificando qual a intensidade e quantidade de exercícios estritamente necessários para chegar ao objetivo pretendido. Sem perda de tempo e sem aquele desânimo que costuma se abater depois de 2 ou 3 meses na academia. É aí que chegamos ao tão conhecido treinamento funcional que consegue trabalhar todo o corpo de uma única vez, tonificar os músculos, treinar equilíbrio, força, estabilidade e equilíbrio.

Treinando da maneira certa

Foco nas dificuldades

Os exercícios são prescritos da seguinte maneira: se a pessoa tem dores na coluna, por exemplo, é preciso realizar atividades que ajudem a musculatura a dar estabilidade a essa região do corpo. É muito comum em pessoas que não tem o hábito de realizar exercícios verificar uma falta de estabilidade na coluna vertebral ou um encurtamento na cadeia posterior das pernas e como todos os músculos estão interligados, o movimento de um acaba interferindo nos outros.

Treinando da maneira certa

Também é preciso conciliar essa série de exercícios com o desejo do aluno. Perda de gordura ou ganho de massa muscular ou os dois juntos são as metas mais comuns e requisitados. Uma conversa com o aluno para explicar para eles suas principais deficiências e explicar como os exercícios serão realizados é uma forma de tranquilizá-lo para que ele não desista da atividade física.

Treinando da maneira certa

Outro ponto que ainda gera muita dúvida é a questão de alternar o treinamento intenso como a musculação com o aeróbico. Alguns estudos afirmam que fazer uma corrida, por exemplo, antes da musculação, prejudicaria o desempenho muscular. Mas a Universidade McMaster, no Canadá, realizou uma uma pesquisa alternando musculação com pedaladas na bicicleta ergométrica e através de análises do tecido muscular foi possível verificar que o treino aeróbico não danificou a construção dos músculos.

Erros comuns

Existem seis erros básicos que os praticantes da musculação costumam fazer e isso acaba comprometendo o desempenho. Veja abaixo quais são eles:

Treinando da maneira certa

  • pegar mais carga do que consegue: a qualidade do movimento é péssima e ele acaba sendo compensando com o auxílio de outros músculos, principalmente os da coluna;

  • prolongar demais os exercícios: depois de uma hora de treino, suas proteínas passam a ser consumidas como fonte de energia prejudicando a recuperação muscular e o ganho de massa magra;

  • resultados imediatos: não adianta se apressar porque não há como ter o corpo perfeito da noite para o dia. Persistência e dedicação são os principais elementos para não desanimar;

  • querer perder gordura localizada com exercícios localizados: abdominais não vão fazer você perder aquela gordura acumulada. Os exercícios aeróbicos é que vão fazer isso para você;

  • manter o mesmo treino por mais de 12 semanas: o correto é mudar o treino, pelo menos, a cada três meses. Se você continuar sempre no mesmo ritmo vai estagnar e desanimar;

  • ir além do que o corpo permite: cada um tem um ritmo e uma resistência diferente, a genética cuida disso muito bem. Portanto, nada de querer ultrapassar os limites do corpo;

Treinando da maneira certa

Então, quando for se matricular numa academia prefira uma que tenha profissionais que realmente possam te passar informações precisas e verdadeiras e que vejam o aluno como um todo e não em partes divididas, focando apenas em grupos musculares específicos. Pode custar um pouco mais caro, mas a nossa saúde vale ouro.


Deixe uma resposta