Dá para se exercitar passeando com o cachorro?

U Milena Costa    t 3 de setembro de 2018


Tem muita gente que quer se exercitar, mas não tem motivação. Aí vem aquela ideia de se exercitar passeando com o cachorro. Mas sempre tem alguém que diz que não é bom se exercitar com o cachorro e usa aquele argumento de que não é a mesma coisa do que quando você faz exercícios na academia.

De fato não é a mesma coisa, porém muita gente não tem motivação para se exercitar. E é melhor fazer algo do que não fazer nada. Inclusive pode ser ótimo e fazer muita diferença, principalmente na perda de peso se exercitar com o cachorro. Vamos falar nesse artigo sobre com fazer isso.

exercitar passeando

Porque passear com o cachorro pode ajudar

Para quem não faz nenhuma atividade física. Por qualquer motivo que seja, falta de dinheiro para pagar uma academia, preguiça de fazer todos os exercícios ou até mesmo por vergonha de ambientes de atividade física. Passear com o cachorro é melhor do que ficar em casa entregue ao sedentarismo completo.

Então se você quiser passear com o cachorro para se exercitar saiba que a ideia é boa sim! Correr e alterar a intensidade da atividade pode ajudar na perda de peso e te ajudar a manter o peso desejado ou até mesmo sair da obesidade.

Fatores psicológicos

exercitar passeando

Outro fator que é bom para quem vai se exercitar passeando com o cachorro é o fator psicológico. A pessoa perde muito o foco da vergonha de se exercitar ou do medo de não estar fazendo certo. Isso por que a companhia do cachorro torna a atividade muito mais prazerosa.

Muitos psicólogos recomendam a companhia do cachorro para pessoas com problemas de isolamento e depressão. Isso por que um dos pontos é que o cachorro vai precisar passear, então a pessoa vai ser obrigada a sair de casa. Isso também ajuda a combater o sedentarismo.

Com o tempo você aprende a fazer aquela atividade não apenas pelo cachorro, mas também pela sua saúde, e pela sensação de bem-estar que ela traz. Então sim, vale a pena se exercitar passeando com o cachorro. Principalmente para quem está no sedentarismo por fatores emocionais.

Aproveite para conferir nosso artigo sobre como preparar alimentos de forma mais saudável

Primeiros passos

exercitar passeando

O primeiro passo é conferir se o seu cachorro pode fazer atividades com intensidade maior. Isso por que alguns cães não aguentam calor ou atividades muito exagerada. Confira isso com o veterinário do seu cãozinho e veja se ele está liberado.

O ideal também é ver com o seu médico se você está liberado para fazer atividade física de alta intensidade. A ideia aqui é a corrida, então o médico vai verificar se o seu coração está saudável para essa atividade.

A meta é começar devagar, principalmente por que o foco são pessoas iniciantes saindo do sedentarismo agora. Depois de todas as liberações médicas, escolha uma guia e coleira adequadas. Além de um tênis com resistência ao impacto e roupas que não dificultem o movimento e de um tecido que seja bom para a respiração.

Aproveite para conferir nosso artigo sobre como ter mais disposição treinando pela manhã

Como se exercitar com o cão

exercitar passeando

Depois de tudo preparado escolha o lugar onde vão se exercitar, pode ser um parque. E comece a se exercitar passeando com caminhadas leves. Você deve se alongar antes e se aquecer.

A ideia é fazer um exercício de variação de intensidade. No início pode ser entre leve e moderada. Alternando 5 minutos de caminhada leve e 5 minutos de caminhada apressada.

Depois com o tempo você pode começar a ir subindo essa intensidade e alternar 5 minutos de trote leve com 10 minutos de corrida e 5 minutos de caminhada.

Repita o ciclo de acordo com a sua resistência e experiência. No início dá para fazer isso por 20 minutos. Depois você pode chegar até a 40 minutos ou 1 hora. Ou até mesmo meia hora de alta intensidade.

Lembre-se que é importante respeitar os limites do seu corpo e também do seu cãozinho. Já que ele é seu companheiro nessa atividade.

Aproveite para conferir também nosso artigo sobre exercícios rápidos para corpo todo para fazer em casa

Cuidados

exercitar passeando

Além dos cuidados com a roupa, sapatos, limites e liberação médica. É importante lembrar da hidratação. Tanto para você quanto para o seu amigo de quatro patas. Inclusive não se esqueça de que é importante que você se alimente antes e após a atividade física.

Mas é bom lembrar que é preciso um tempo de descanso, não é só comer e sair correndo. Os cães, no entanto, tem horários para se alimentar e não devem comer antes de atividades físicas.

Além disso cuidado com o sol. É indicado se exercitar com o cão a noite ou bem cedinho. Isso por que as patinhas dos cães queimam no asfalto quente demais. Além de que eles podem ter queimaduras na pele por causa do sol muito quente. Prefira horários mais frescos e coloque a mão no chão, se estiver quente não é bom sair com o cão.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *