Estrias na musculação – Saiba como evitar

Você sabia que ter estrias na musculação é algo comum? Seja se você já malha a mais tempo ou está começando agora, saiba que este é um problema que muita gente enfrenta. Entretanto, há maneiras de evitar este desgaste da elasticidade da pele. Tudo que você precisa fazer é, acima de tudo, ter tranquilidade e treinar de uma forma equilibrada. Mas, como assim? Acompanhe para entender.

Estrias na musculação

Se o seu corpo está apresentando estrias em locais que você não imaginava que pudesse ter, saiba que há um motivo aparente para isso: musculação. Sim, as estrias na musculação são um problema que muita gente vem enfrentando. Elas podem surgir por uma série de motivos e, entre eles, está a elasticidade desgastada da pele.

Este fenômeno acontece justamente pela alta rotatividade da pele em contato com o músculo. Os exercícios de repetição, por exemplo, podem proporcionar essa perda de elasticidade e, consequentemente, a estria. Saber como tratar e, principalmente, como evitar, é um ponto importante. Visto que tudo que é feito da forma certa, tende a ter melhores resultados.

O que é uma estria?

Uma estria nada mais é do que a pele desgastada. E este desgaste pode ocorrer devido a uma série de fatores. Neste caso, a musculação. Ou seja, a repetição de exercícios pode ser a causadora do efeito. O que acontece é que a pele recebe tanto estimulo de movimento repetitivo que, em determinado momento, ela perde o movimento automático de voltar para o estado normal.

Pode acontecer em áreas do corpo que são mais flácidas ou que possuem mais fragilidade, como coxas e até mesmo o bíceps, caso haja algum déficit de massa magra neste local. Embora possa ser um efeito normal, é um incômodo para muita gente. E, por isso, é importante entender que antes mesmo de tratar, é importante evitar. Por isso, acompanhe o texto para saber o que você pode fazer a respeito.

Como uma estria se forma?

Uma estria se forma a partir do momento em que a pele não possui mais elasticidade automática para voltar ao local de origem. No caso das estrias na musculação, é mais comum de acontecer em pessoas que não possuem um porte físico compatível com altas cargas de treino para os músculos.

Ou seja, quem busca o crescimento muscular rápido, geralmente obtém mais resultados reversos neste sentido. As estrias são mais vistas, pois a pele sai de um estado atual para um estado de inchaço que ela não está acostumada. E, após o inchaço passar, o problema está formado. É claro que pode não acontecer no primeiro treino, mas sim com repetições regulares.

Buscar equilíbrio no ganho e perda de massa é fundamental

Uma das formas de evitar as estrias na musculação, desta forma, é não forçar a musculatura ao extremo. Nosso corpo está preparado para aguentar diversos tipos de dores e pesos. Entretanto, em algum local os sinais do excesso podem ser percebidos. Desde uma fraqueza por não se alimentar bem, até uma lesão mais séria nas células corpóreas.

Por isso, o equilíbrio é fundamental. Para que seu corpo não crie o efeito sanfona, o indicado é ir com calma. Se você estiver começando a treinar agora, o recomendado é que você não force o seu limite nos primeiros meses de treino. Comece devagar para a musculatura ir se soltando. E, após isso, aumentar as cargas gradativamente.

A pele é uma das células que mais sofrem com o fator do inchaço extremo, pois as consequências são notáveis de forma física, através das marcas de estria. Por isso, antes de proporcionar desgaste ao seu corpo, procure profissionais que possam oferecer suporte neste sentido. Um dermatologista pode ser muito útil, já que estamos falando da pele. Afinal, todo cuidado é pouco e prevenir é sempre melhor que remediar.

Alimente-se da forma adequada para o seu treino

Este é um dos pontos mais importantes de um treino bem sucedido. E não só um treino bem sucedido, mas também, uma saúde em dia. As causas das estrias na musculação estão diretamente associadas a forma de comer. Ou seja, se você treina em excesso e se alimenta da forma errada, alguma coisa irá desandar no meio do processo. E dependendo do caso, isto pode ser muito grave.

Uma alimentação equilibrada e saudável com foco no seu treino é uma das partes mais importantes no ganho de massa muscular. É através da alimentação que suas células terão ou não força para continuarem a se desenvolver. E a sua pele certamente será muito beneficiada com os nutrientes que o balanço nutricional correto poderá proporcionar.

Por isso, procure sempre por um profissional da nutrição para obter resultados positivos para o seu corpo. Aquele velho ditado “nós somos o que comemos” é mais do que a verdade. É um reflexo interno e externo no nosso dia a dia. E, com o equilíbrio nutricional, as estrias na musculação poderão sumir ou até mesmo nem aparecer. Tudo dependerá de como for o processo.

Assim sendo, não hesite em investir em um cardápio que privilegie a sua saúde e o seu desempenho no treino. Não há receita mágica para ganho de massa muscular, mas há processo e método. E, com disciplina, os resultados virão de forma saudável.

Existe tratamento para estria?

Esta é uma resposta complicada. As estrias nas musculação, quando recém contraídas, podem ser removidas. Entretanto, para isso você precisará da ajuda de um dermatologista que seja especialista no assunto. Não tente fazer receitas de remédios caseiros, pois a situação pode piorar.

Agora, se as suas estrias já estiverem na cor branca, ou seja, no estado consolidado, é muito difícil fazer a remoção. É claro que isso dependerá da região do corpo, do tipo da estria e do profissional. A medicina já avançou muito em diversos quesitos. E, para saber se você conseguirá remover as estrias, uma consulta será necessária.

Por isso é muito importante evitar o problema. Não há como dizer que você nunca ficará com estrias na musculação. Mas, o que você puder fazer para evitar, faça. Equilíbrio, limites e alimentação saudável são pontos extremamente importantes. Boa sorte.

Separei mais esses conteúdos para você:

Mais Dicas Legais

Mais conteúdo Similar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui