Quais os benefícios do monitor cardíaco?

U Fabíola Cunha    t 21 de novembro de 2017


O monitor cardíaco, nome popular do frequencímetro, é um aparelho que mede e registra os batimentos cardíacos durante a prática de atividade física. Ele pode ser usado na corrida, mountain bike, musculação, natação, entre outros.

monitor cardíaco

Ele é de grande utilidade para que o praticante de atividades físicas saiba se seu esforço está além de sua capacidade ou se pode aumentar a intensidade do exercício.


Com uma noção maior do que ocorre em seu sistema cardiovascular, o usuário sente-se mais seguro e confiante. E pode estabelecer um plano mais preciso de evolução da prática física. Um monitor cardíaco é uma ferramenta que pode acrescentar benefícios à rotina de treinos do usuário.

O equipamento funciona com uma cinta ajustada ao tórax, na altura do coração, que pode enviar o registro dos batimentos cardíacos para um receptor, no caso um relógio ou smartphone.

Assim o usuário visualiza sem problemas a frequência cardíaca sem necessidade de parar o exercício para checar sua frequência.

Quem pode usar o monitor cardíaco?

monitor cardíaco


O monitor de frequência cardíaca pode ser usado por praticantes amadores ou profissionais de esportes. Atividades como futebol, handebol, corrida de curta ou longa distância, crossfit, musculação, atividades aeróbicas diversas, caminhadas, entre outras.

Em caso de dúvidas ou doenças cardiorrespiratórias pre-existentes, é ideal procurar um cardiologista ou educador físico. Assim é possível receber orientações sobre o uso e a interpretação dos registros oferecidos pelo monitor cardíaco.

Uma excelente arma na luta para melhorar o condicionamento físico, além de registrar a frequência cardíaca durante o exercício. Muitos monitores também indicam a quantidade de calorias consumidas com o exercício, o consumo de oxigênio e quanto tempo o atleta permaneceu realizando atividades na mesma intensidade.

monitor cardíaco

É muito importante saber qual a frequência cardíaca máxima (FCM). E é muito fácil calcular esse número para manter o ritmo durante a prática. Homens: 220 menos a idade atual. Mulheres: 226 menos a idade atual.

Acima dos 25 anos a frequência pode variar para mais ou menos 12 enquanto para menores de 25 anos a frequência pode variar para mais ou menos 10.

Quer saber mais sobre saúde cardiovascular? Veja nossa matéria sobre mudanças simples para controlar a pressão alta!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *