Creatina: o que é e como tomar

U Marcos A.    t 3 de novembro de 2013


Ela está altamente difundida no mercado e tanto fabricantes como usuários estão de olho nesse agente nutricional. É um dos suplementos mais utilizados por melhorar o desempenho durante as séries de exercícios e fornecer mais energia aos músculos. Mas usá-la de maneira moderada é fundamental, pois ela pode ocasionar vários efeitos colaterais.

creatina

O que é a Creatina?

A creatina é um composto de aminoácidos presente nas fibras musculares e no cérebro. Ela age diretamente na mitocôndria das células, que o local de armazenamento de energia celular. A grande fonte desse nutriente são as carnes, tanto as vermelhas como as brancas.

como usar

São importante fonte de energia e também são sintetizadas no nosso organismo, no fígado. Dois terços do seu total estão na forma de creatina fosfato, que está justamente relacionada com os sistemas energéticos do corpo e a fadiga, reconhecida principalmente nos exercícios de alta intensidade.

Confira também nosso artigo especial sobre o suplemento lipo 6 black.

Creatina Fosfato

A creatina fosfato ela é utilizada naquele momento em que o corpo não consegue mais captar energia através da cadeia de ATP, então começa a haver uma ressíntese de ATP com a ajuda da creatina fosfato em condições anaeróbias, ou seja, sem a presença de oxigênio. Estudos revelam que durante a contração muscular máxima repetida, o momento da fadiga coincide exatamente com a redução da quantidade dessa substância no músculo.

o que e creatina

Para retardar o momento da fadiga, é necessário que o atleta esteja num ritmo adequado de taxa de esforço e consiga garantir a quantidade suficiente de creatina fosfato e ATP no organismo. Com níveis desse composto em valores ideais no organismo é possível realizar mais séries de exercícios antes da fadiga começar.

Como tomar a Creatina

Ingerir uma quantidade exagerada de creatina não vai adiantar. Isso porque o músculo tem um limite, assim como todos os órgãos do nosso corpo. Vários estudos foram feitos para mensurar qual seria a quantidade ideal de creatina a ser usada diariamente. Chegou-se a conclusão de um valor de 3 gramas era suficiente para elevar os níveis musculares em 20%, que seria o máximo possível.

suco

A regra é: tomo todos os dias independentemente se você vai fazer exercícios ou não. A quantidade é muito pequena, então o custo benefício é muito bom neste caso. Isso é necessário por conta do seu efeito acumulativo. Se você tomar a creatina hoje ela não fará efeito no treino de hoje.

Outro detalhe importante é tomá-la juntamente com o carboidrato. Isso melhora a absorção da substância que acaba sendo utilizada pelo músculo de maneira mais rápida. Muitas pessoas tomam como forma de pré-treino para dar mais energia e conseguir melhor desempenho muscular

Efeitos Colaterais e Adversos da Creatina

tomar água

A primeira coisa que você deve saber é que vai se sentir um pouco inchado quando começar a usar. Isso acontece porque a creatina faz com que a célula armazene uma maior quantidade de água em seu interior. Outra coisa muito importante é ficar atento em relação ao consumo de água. Como a célula toma grande parte da água do organismo para si, acaba faltando grande quantidade de líquido para as demais funções corporais. Então sempre mantenha uma garrafa de água por perto para evitar problemas na função renal.


2 respostas para “Creatina: o que é e como tomar”

  1. Iara disse:

    Eu completei 12 anos nesse ano e faço academia a 3 meses, posso tomar suplemento sem preocupação?

  2. andersonsuell disse:

    comprei whey proten, animal peck, e caseina….estou com 2 meses…mas ja malhava antes e parei e aconselahavel eu tomar as 3 de uma vez ja sei como tomar mas preciso de mas informacoes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *