Dietas Radicais – Por que evitar? REAIS malefícios

As dietas radicais são, muitas vezes, as “queridinhas” de quem não tem muito conhecimento no assunto. As promessas de emagrecimento em poucos dias ou ganhos explosivos de massa muscular são os principais atrativos de cardápios malucos. Quando, na verdade, tudo isso é muito perigoso para a saúde – principalmente quando falamos de longo prazo.

Quer entender um pouco mais como as dietas radicais podem mais atrapalhar do que ajudar? Então, acompanhe o texto!

Leia também: Como perder gordura localizada de forma saudável

dietas radicais
Foto: Freepik

Dietas Radicais – Por que evitar?

O que são dietas radicais? Bom, para entender isso, basta darmos um exemplo: imagine que seu corpo está em repouso, descansando no sofá. Agora, imagine que você tenha que levantar, do nada, e correr 10km sem nenhum tipo de preparo mental e físico, no sol, sem hidratação e sem tênis. O que vai acontecer? É muito provável que você não consiga.

Agora, imagine estes abalos extremos de forma constante no seu organismo. Pois é. Uma dieta radical pode impactar de forma muito negativa na sua saúde, bem como a não-preparação para uma corrida de 10km.

E justamente por isso, você precisa evitá-las. Afinal, todo o excesso sempre será negativo para o corpo. Seja o excesso de comida ou o excesso da falta de comida, como é o caso das famosas dietas intermitentes.

Entenda a seguir.

Leia também: Dicas para quem está Iniciando a Musculação

dietas radicais
Foto: Freepik

O excesso sempre será negativo para o corpo

Todo e qualquer excesso será negativo para o corpo. E as dietas radicais podem ser encaradas como excessos. Afinal, até certo dia você comia um tanto de comida e, do dia para a noite, simplesmente mudou seu cardápio completamente. E o pior: muitas vezes sem nenhum tipo de acompanhamento nutricional.

Saiba que todo e qualquer tipo de dieta somente será positivo, se tiver equilíbrio. O nosso corpo precisa de muitos tipos de nutrientes, vitaminas e minerais. E, na falta de qualquer um deles, diversos outros problemas podem desencadear. É o famoso efeito colateral.

Foque sempre no longo prazo

Se você tem dificuldades para emagrecer ou mesmo quer ganhar massa muscular na academia, saiba que a pressa será sua inimiga. Enquanto você não entender que o que trará resultados positivos é o longo prazo, dificilmente você sairá do lugar. E as dietas radicais são um reflexo do quão “desesperadas” estão as pessoas em busca de resultados.

Infelizmente, isto não é positivo. Lembra do excesso que falamos anteriormente? Pois é. O excesso de resultados em pouquíssimos dias pode significar um enorme desequilíbrio nutricional e de saúde logo ali na frente. Por isso, muito cuidado!

dietas radicais
Foto: Freepik

Nunca descarte um profissional de nutrição

E, por último, nunca, em hipótese nenhuma, descarte um profissional de nutrição. É somente este profissional que poderá fazer uma avaliação do seu corpo para entender as suas necessidades. E isto é muito importante dizer: cada corpo é único e possui necessidades exclusivas! Não existe “receita milagrosa” e que funcione para todo mundo.

Com um profissional de nutrição, você não precisará das dietas radicais, manterá seu corpo em equilíbrio e caminhará, aos poucos, em busca dos sonhados resultados esperados. Veja algumas dicas finais de como evitar dietas radicais.

  • Não comece o “projeto verão” 1 mês antes do verão;
  • Não queira emagrecer todos os quilos que você ganhou durante uma vida inteira em 1 mês;
  • Crie força para depois criar músculos;
  • Coma certo, com equilíbrio e sem excessos (pela falta ou exagero);

Saúde em primeiro lugar!

Leia também: Sinais de que faltam proteínas na sua dieta

Separei mais esses conteúdos para você:

Mais conteúdo Similar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui