Recuperação de pós-treino: Dicas para melhorar

A recuperação de pós-treino é um dos pontos mais importantes para quem busca um treino mais eficiente e com melhores resultados no longo prazo. É exatamente neste momento que o corpo estará precisando de nutrientes que, se não aportados, poderão fazer muita falta no futuro. Por isso, acompanhe o texto e veja como extrair o máximo da academia.

Recuperação de pós-treino

Se você já treina com intensidade há algum tempo com o objetivo de perder peso ou mesmo o ganho de massa muscular, deve saber da importância da recuperação de pós-treino. Se você é iniciante, saiba que este é um dos fatores mais determinantes para construir o corpo que você tem como objetivo.

Na verdade, não é um processo muito simples. O pós-treino precisa ser pensando, assim como toda a alimentação e preparação pré-treino. E para isso, contar com a ajuda de um profissional de nutrição e de educação física é muito importante.

Desta forma, separamos 4 dicas para que você possa colocar em prática ainda hoje. Acompanhe.

recuperação de pós-treino
Foto: Freepik

1- O alongamento é importante

Muita gente se pergunta: alongamento antes ou depois do treino? Na verdade, o alongamento é um dos fatores mais importantes para manter o corpo dentro de um padrão de movimentos e sem fadiga. Ou seja, é importante que você faça antes e depois de gastar energia.

Talvez você já tenha reparado que, durante um jogo de futebol, normalmente nos minutos finais os jogadores começam a alongar as pernas. Isto ocorre devido ao alto desgaste muscular e fadiga. Ou seja, isto nada mais é o do que um alongamento ao fim do treino. Portanto, para uma recuperação pós-treino correta, sempre considere esta opção.

alongamento
Foto: Freepik

2- Não esqueça da alimentação

Este é um dos pontos mais importantes: a alimentação. Todo e qualquer pós-treino precisa de um aporte de nutrientes que o corpo está precisando naquele momento. Se o objetivo for ganhar massa muscular, por exemplo, a necessidade será de energia e proteínas para reconstrução.

Entretanto, é importante ter um acompanhamento nutricional correto para que os aportes sejam nas dosagens certas. Caso contrário, as chances são grandes de você cometer um erro que só será notado no longo prazo. E depois de tanto tempo, a desmotivação será inevitável. Portanto, faça do jeito certo.

treinando
Foto: Freepik

3- A hidratação é indispensável

Antes, durante e depois do treino. Para que a recuperação do pós-treino seja adequada, a hidratação é um dos fatores decisivos. Afinal, é a água que ajudará no transporte dos nutrientes pelo organismo. E somente ela que poderá fazer esta função.

Se você não tem o hábito de beber bastante água durante o dia, comece a ter. Um treino que não recebe um aporte correto de água pode causar muitos danos no organismo, uma vez que os órgãos terão que fazer uma força extra para que tudo funcione da forma correta.

Além de que a sede é um dos estágios avançados da desidratação. Ou seja, o corpo somente pede água quando já está altamente necessitado. Portanto, não deixe esta situação ocorrer, principalmente depois de um treino pesado.

Mas cuidado: o exagero também é negativo! Caso consuma muita água logo após uma alta carga de treino, poderá ocorrer mal-estar e até mesmo vômitos. Atenção!

recuperação de pós-treino
Foto: Freepik

4- Não subestime o descanso

E por último, o descanso. Há quem não dê o devido valor a este componente. Mas uma recuperação de pós-treino só será bem sucedida se houver descanso do corpo. Pois é neste momento que o metabolismo se equilibrará e levará os nutrientes aos lugares certos. Por isso, durma corretamente e não subestime este ponto tão importante.

Será muito fácil colocar tudo a perder caso o corpo não esteja devidamente reabastecido. Cuide-se!

Separei mais esses conteúdos para você:

Mais Dicas Legais

Mais conteúdo Similar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui