Você conhece os perigos do Synthol?

U Fabíola Cunha    t 13 de junho de 2017


O synthol é um óleo que algumas pessoas tem usado para fazer com que seus músculos pareçam enormes. É composto de 85% óleo, 7,5% álcool benzílico e 7,5% de lidocaína – o que compõe 100% das razões pelas quais ninguém deveria usá-lo.

synthol

O abuso dessa substância empedra os músculos, o que pode levar a amputação e deformidades trágicas. A substância age diretamente nos músculos, aumentando o volume do tecido.

Para quem quer deixar a musculatura mais simétrica, o uso de pouca quantidade no membro menor, por exemplo, supre a diferença.

Qualquer voltinha pelo Google e é possível encontrar pessoas que usaram e abusaram dessa substância, adquirindo bíceps, tríceps, trapézios e peitorais desproporcionais e totalmente artificiais.

A pesquisa no banco de imagens é por conta e risco do curioso, pois os resultados incluem também imagens grotescas da inflamações e infecções causadas pelo uso desse óleo.

Como é a aplicação?

Ele é aplicado com uma seringa, o que cria risco de inflamação e infecção na área injetada. O synthol em si pode destruir o tecido muscular, levando à gangrena e amputação.

synthol

A lidocaína presente no composto é um anestésico local, que facilita a entrada da substância, já que injetar óleo na musculatura é algo muito doloroso. O álcool ajuda na diluição da combinação, também para facilitar.

synthol

O interessante é que a aparência dos “músculos” de synthol é péssima, em nada se assemelham com a musculatura de quem pratica exercícios físicos com o intuito de ganhar massa muscular e hipertrofiar certas regiões do corpo.

A substância também não promove o fortalecimento muscular, ou seja, embora os bíceps e peitorais estejam enormes, as pessoas que injetam a substância não estão mais fortes e resistentes.

Quer saber mais sobre substâncias nocivas relacionadas ao ganho muscular: acesse nossa matéria sobre todas as coisas que você precisa saber antes de tomar anabolizantes!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *