Início Dietas e Nutrição Marmita Fitness – Benefícios de Fazer e Cuidados

Marmita Fitness – Benefícios de Fazer e Cuidados

Fazer marmita fitness pode ser uma das “saídas” mais viáveis para quem busca objetivos de longo prazo na academia. Mas também, pode ser uma excelente alternativa para quem precisa trabalhar o dia inteiro e não tem tempo para preparar a própria comida, comer em casa ou mesmo não quer gastar com restaurantes. A bem da verdade é que preparar as marmitinhas, em ambos os casos, pode ser uma excelente ideia.

Mas, para isso, é fundamental que você também entenda um pouco mais sobre o tema. Afinal, simplesmente colocar uma porção de comida em um recipiente, não faz dele uma marmita fitness. Muito pelo contrário. Para ser fitness, palavra da moda, é importante seguir um cardápio propício e, acima de tudo, indicado para seu perfil e objetivos.

Por mais que fazer uma marmita fitness possa ser uma excelente ideia, nem sempre é fácil de prepará-la da forma certa. Pois, ao contrário do que muita gente pensa, há sim ali uma necessidade muito grande de dedicação para o preparo dos alimentos certos. E isto envolve profissionais de nutrição e, claro, sua vontade de cozinhar (ou pagar alguém para fazer por você).

Para desvendar este mundo, preparamos um texto-guia para você saber exatamente o que e como fazer. Vamos lá?

marmita fitness
Marmitas Fitness – Foto: Freepik

Marmita fitness – O que considerar para fazer?

Para começar a fazer sua marmita fitness de cada dia, separamos um guia para deixar todo este processo mais claro. Não é difícil. Mas, requer sim um pouco de trabalho e dedicação para que tudo saia conforme o planejado. Caso contrário, o processo pode se tornar muito mais incomodativo do que necessariamente útil.

Por exemplo, se você decidir que a partir de hoje você fará marmitas fitness, comece aos poucos. Não corte sua rotina pela raiz e do dia para a noite. Isto não fará bem para o seu psicológico e uma coisa que poderia ser boa, acaba se tornando ruim por conta do estresse que você pode passar. Falaremos mais disso a seguir.

Veja os principais pontos que devem ser considerados na hora de preparar uma marmita fitness:

  • Nunca descarte o auxílio profissional para montagem do cardápio;
  • Marmita fitness possibilita o equilíbrio e pesagem dos alimentos;
  • Variação é importante para não ficar monótono;
  • Escolha recipientes propícios – Cuidado com o plástico;
  • Pense nos alimentos frescos – Eles podem não ficar tão bons;
  • Experimente combinações diferentes de proteína e carboidrato;
  • Mude sua rotina aos poucos – Evite mudanças bruscas;

Entenderemos cada um destes passos de forma detalhada a partir de agora. Então, acompanhe o texto!

marmita fitness
Marmita Fitness – Foto: Freepik

Nunca descarte o auxílio profissional para montagem do cardápio

O primeiro passo para que você possa fazer uma boa marmita fitness é, sem dúvidas, considerar a ajuda de um profissional de nutrição. Somente este profissional poderá indicar quais os melhores meios de obter todas as vitaminas e nutrientes que seu corpo precisa. Principalmente se você está atrás de algum objetivo na academia.

Aliás, esta é uma ótima dica para quem está iniciando na musculação ou na academia de forma geral: cuide da sua alimentação! E não só com o objetivo de calcular milimetricamente quanto você come ou deixa de comer. Mas também, para oferecer ao corpo o que ele realmente precisa para que o treino tenha efetividade.

E para isso, não podemos, de jeito nenhum, abrir mão de alguém que entende do assunto. Principalmente pelo fator “individualidade”. Ou seja, nosso corpo é único, nosso perfil é único e nossos objetivos também são únicos. Por isso, as quantidades e as escolhas precisam ser de acordo com suas necessidades e não de acordo com uma necessidade “coletiva”, ok?

Por isso, suas marmitas fitness precisam ser feitas para você e para mais ninguém. O que contiver nelas ajudará seu corpo de alguma forma muito específica e pensada que, no longo prazo, fará total diferença positiva.

Marmita fitness possibilita o equilíbrio e pesagem dos alimentos

Um excelente benefício da marmita fitness, é pelo fator “dosagem”. Com ela, você pode saber exatamente o que você quer e precisa comer. É possível fazer a pesagem e a adição de alimentos de acordo com aquilo que seu corpo precisa para o dia de treino ou de descanso.

Além das quantidades, você ainda pode controlar o horário das refeições de forma extremamente acessível. Afinal, quem faz musculação ou outro tipo de treino sabe que, muitas vezes, é preciso comer um prato de arroz com ovo no meio da tarde ou da noite. É claro que muitas vezes é incômodo fazer. E as marmitas prontas, então, estarão a sua disposição para que sejam consumidas na hora certa!

Pode parecer ilusão, mas acredite: comer uma hora antes ou depois pode fazer toda diferença no organismo. E comer alguns gramas a mais ou a menos, também. Para quem busca o alto rendimento, principalmente. E, assim, a marmita fitness pode ser uma grande aliada!

marmita fitness
Marmita Fitness – Foto: Freepik

Variação é importante para não ficar monótono

Uma dica importante para montar sua marmita, é: varie! Dificilmente nosso corpo se acostuma com algo da noite para o dia. Ou seja, se você preparar suas marmitas todas iguais, todos os dias, as chances de você enjoar e desistir do projeto são realmente grandes.

Por isso, variar é tão importante. E nós sabemos: muitas vezes vai faltar a criatividade para variar e fazer algo diferente e que você tenha vontade de comer. Faz parte! E por isso, ter uma ajuda profissional é tão importante. Pois desta forma, você conseguirá fazer muitas receitas diferentes, mas nunca abrindo mão do que seu corpo precisa.

Quando estamos no meio de um processo fitness, muitas vezes as opções ficam, de fato, um pouco limitadas dentro de um espectro. Por isso, simplesmente comparar seus cardápios anteriores com as marmitas talvez não seja tão saudável mentalmente. Principalmente se você estiver no começo da jornada.

Nossa dica para vencer isso, é: equilíbrio! Mudar sua rotina bruscamente não fará bem para seu corpo e para sua saúde mental.

Escolha recipientes propícios – Cuidado com o plástico

Outro fator muito importante para que tudo saia conforme o planejado para o longo prazo, é escolher os recipientes certos. Mas, o que isto tem a ver com sua saúde? Tudo! Fazer marmita fitness em recipientes tóxicos pode ser muito maléfico.

Há plásticos que em contato com o calor, soltam diversos tipos de químicos que agridem nosso organismo. Neste caso, você até estaria “comendo certo” e de forma balanceada. Mas, estaria danificando seu corpo de forma indireta, através de um plástico de má qualidade.

Por isso, compre somente recipientes propícios para aquecimento. De preferência, de vidro, que possuem muito menos produtos químicos. Incluir hábitos saudáveis no cotidiano não é tão simples, pois é preciso pensar em tudo. Mas, está longe de ser impossível. Tudo é questão de criar rotina. Com o tempo, tudo ficará mais fácil.

comida saudável
Marmita Fitness – Foto: Freepik

Pense nos alimentos frescos – Eles podem não ficar tão bons

Uma dica muito importante para você que quer fazer marmita fitness, é pensar nos alimentos frescos. Muitas vezes em uma marmita feita muitos dias antes, estes alimentos tendem a perder o gosto e até a concentração nutricional. É o caso de alguns vegetais, por exemplo.

Então, tudo que você puder preparar na hora ou com um dia de antecedência, faça. As saladas principalmente. Elas são muito mais gostosas quando preparadas na hora, o que passa uma sensação de estarem fresquinhas, principalmente as folhas, como alface ou folhas de couve manteiga.

Lembre-se que quanto menos artifícios você der para o seu cérebro entender que esta rotina “não é boa”, melhor para condicioná-la e torná-la frequente. E a comida, obviamente, está diretamente ligada com isso. Se ela não for apetitosa, mesmo com fome, a tendência é haver uma desistência do projeto.

Veja também: Como não desistir da academia

Experimente combinações diferentes de proteína e carboidrato

Esta dica está muito relacionada com a questão da variação. Mas, neste caso, é uma variação de combinação. Por mais que determinado alimento seja repetitivo, o simples fato de combinar ele com outro alimento pode transformá-lo em “novo” para o nosso cérebro.

Por exemplo, se hoje você consumir peixe e arroz, amanhã tente consumir carne com arroz. Depois, peixe com batata. E assim sucessivamente, criando combinações diferentes mas com os mesmos ingredientes. Cada vez que você muda a receita, o mínimo que for, o cérebro recebe uma mensagem com o seguinte tom: “isto é novidade, vou querer”.

Este é um dos fatores mais importantes para levarmos em consideração. Afinal, nosso cérebro é responsável por inúmeros fatores (se não todos) da nossa vida. Agradá-lo nem sempre é fácil. Mas é possível.

Mude sua rotina aos poucos – Evite mudanças bruscas

E por fim, diga não as dietas radicais! Elas não ajudam em nada e você tende a criar dispositivos muito negativos na sua vida. Por exemplo, uma dieta radical que “faria” você emagrecer rapidamente pode falhar e você pode se frustrar, achando que nunca vai emagrecer. E mesmo que ela possa vir a funcionar, seu corpo pode sofrer impactos muito negativos de desequilíbrio nutricional.

Por isso, mudar sua rotina para algo mais saudável é fundamental. Mas, vá com calma. Mude aos poucos e vá se adaptando, com marmitas variadas e pensadas para o seu corpo e organismo.

Separei mais esses conteúdos para você:

Mais conteúdo Similar

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui