Abacate Engorda?

U Marcos A.    t 7 de junho de 2016


Eis uma pergunta que não quer calar: abacate engorda? A fruta já foi considerada a vilã das dietas por possuir uma grande quantidade de gorduras. Porém, com as novas pesquisas sobre alimentos que surgiram no mercado e a tendência das dietas balanceadas, o abacate se tornou uma boa fonte de vitaminas e também de boas gorduras.

Gordura x ganho de peso

Abacate: vilão ou mocinho?

É muito comum a visão de relacionar o consumo de gordura com ganho de peso. Porém, essa associação está completamente (ou quase) equivocada. É preciso separar o que é bom e o que é ruim para o consumo. Neste caso, os 70% que o abacate possui em forma de gordura pode sim fazer bem a nossa saúde.

É muitos mais provável que o arroz que você come todos os dias na hora do almoço seja mais responsável pelo seu ganho de peso do que comer um abacate inteiro. As gorduras naturais que você encontra nas castanhas, nozes, amêndoas e também no abacate são muito importantes para o bom funcionamento do corpo.

Abacate: vilão ou mocinho?

A produção de diversos hormônios, especialmente os sexuais, só aparecem na presença de gordura. A membrana celular é constituída, basicamente, de gordura e outras substâncias como fosfatos e proteínas. A gordura presente no abacate não engorda e ainda ajuda a controlar e prevenir problemas de saúde como a hipertensão arterial.

As gorduras naturais são melhores

Muita gente ainda foge das gorduras, mesmo das boas gorduras encontradas na natureza. Quem concorda com a ideia da Dieta Paleolítica certamente enche o seu cardápio de muitos óleos como a manteiga, o abacate, a banha de porco, o bacon e outras mais que, normalmente, são esquecidas pela maioria.

Abacate: vilão ou mocinho?

Mas, o que muita gente desconhece é que a inclusão de uma dieta rica em carboidratos como o pão francês todos os dias, aquele biscoito na hora do lanche, o arroz no almoço e a macarronada no jantar, consegue prejudicar mais a saúde do que as gorduras naturais. Uma dieta rica em açúcares vem causando sérios problemas de obesidade.

Porém, há sim um tipo de gordura que causa muito mal à saúde e que as pessoas devem manter distância: as gorduras processadas. Aqui falamos, especialmente, da gordura trans, muito utilizada em sorvetes e biscoito recheado para dar aquele aspecto macio aos alimentos.

O abacate, na verdade, emagrece!

Abacate: vilão ou mocinho?

A gordura presente no abacate é aquela que chamamos de monoinsaturadas e que são extremamente saudáveis. Elas consegue reduzir os níveis do colesterol ruim, aquele que nos exames de sangue tem a sigla LDL do lado e aumentar o HDL (bom colesterol). Além disso, o abacate consegue trazer uma sensação de saciedade rapidamente, o que não consegue com os carboidratos simples.

Voltando no assunto da Dieta Paleolítica, a lógica de comer abacate em vez de encher a refeição de açúcares é bastante válida e compreensível. O carboidrato é a nossa primeira fonte de energia porque é mais fácil de ser degradada.

Abacate: vilão ou mocinho?

Mas, nada impede que a gordura seja a nossa principal fonte energética e assim, em vez de você acumular gordura, o seu corpo passa a gastá-la para realizar todas as atividades do dia a dia. Portanto, consumir gorduras naturais pode ser uma boa opção para quem quer perder peso.

Conclusão

Como você pode perceber não há motivos para acreditar que o abacate engorda. Porém, é claro que qualquer tipo de exagero não faz bem à saúde. Comer só abacate o tempo todo não vai ajudar na perda de peso. O ideal é variar a porção de frutas para conseguir um número de vitaminas de diversos alimentos.


Deixe uma resposta